Seguros de viagem

Economize até 50%

 

Coris Assistance Cardinal assitance Euroamerican assistance Latin assistance Travel Ace Assistance Axa assistance

Guia de viagem para China

Guía de viagem para China

 

Localizada ao leste do continente asiático, a China é o maior país da Ásia e o terceiro maior no mundo inteiro, depois da Rússia e do Canadá. É tão grande que faz fronteira com 15 países: Índia, Laos, Mianmar, Afeganistão, Butão, Cazaquistão, Rússia, Coreia, Japão, Nepal, Paquistão, Quirguistão Tadjiquistão, Vietnã e Mongólia.

 

Seguro viagem ao melhor preço

Seguro viagem ao melhor preço

Viaje pelo mundo, vá para a cidade dos seus sonhos, faça a viagem que você está esperando, decida estudar em outro país, cumpra seus objetivos! Mas sempre torná-lo protegido pelo seguro de viagem com cobertura total. Em Asseguresuaviagem.com nós damos-lhe o melhor preço.




*preço diário por pessoa, baseado em ocupação dupla. As taxas podem variar de acordo com o preço diário do dólar.


Planos desde:


  $R4 por día*


COTAÇÃO

 

Tudo sobre a China

A língua que se fala na China é o mandarim, e a maioria das pessoas são ateias ou agnósticas, mas entre aquelas religiosas predominam as que professam o Taoísmo. Devido à densidade demográfica, existe uma forte política de controle da natalidade pela qual os casais são estimulados a ter somente um filho.

A cultura chinesa possui mais de 2200 anos e em ela destaca a escrita, pois é o sistema mais antigo ainda usado, além de ser uma arte. Atualmente os pictogramas e ideogramas são mais de 60 mil.

Outra grande característica cultural que poderá observar na sua viagem para China é sua exótica culinária, que mistura sabores salgados e doces, assim como também temperaturas quentes e frias. Na comida chinesa predominam as massas e as refeições fritas.

 

Qual é a moeda da China?

A divisa oficial do país é o Renminbi (RMB), que quer dizer “moeda do povo”. A unidade básica do RMB é o yuan (CNY), e ambos termos são utilizados. Ou seja, 10 RMB equivalem a 5 CNY, e vice-versa.

Adicionalmente, cada yuan está dividido em 10 jiao e cada jiao em 10 fen. Como carecem de valor, não é comum ver moedas de centavos de yuan, ou fens.

 

Quantas horas de voo do Brasil para a China?

Quer saber quanto demora em chegar à China? A resposta é muito tempo! Um voo do Brasil até a China dura aproximadamente umas 21 horas, dependendo das conexões ou escalas que fizer no meio do trajeto.

Prepare-se para uma viagem longa, mas que com certeza valerá muito a pena.

 

 Qual e a moeda da China?

 

Brasileiro precisa de visto para China?

A resposta desta pergunta vai depender do motivo do ingresso ao território chinês.

Os passageiros brasileiros que estiverem em trânsito na China com escalas inferiores às 144 horas (6 dias) não precisam solicitar visto de entrada sempre que não saiam da cidade na qual estão provisoriamente, como Pequim ou Shangai.

Em estes casos é preciso que o turista tenha uma passagem de continuação de viagem, por exemplo, para Hong Kong ou Tailândia e avisa nas companhias áreas ao momento de fazer o check-in para que elas possam alertar às autoridades chinesas.

No entanto os brasileiros cujo destino final seja a própria China, ou aqueles que precisarem ficar mais de 144 horas, necessitam de visto obrigatoriamente. Esta permissão de entrada tem que ser solicitada no consulado chinês no Brasil mais próximo ao viajante.

 

Como tirar o visto para China?

O processo consta de 3 momentos:

- Apresentação de documentos

- Pagamento de taxas

- Retiro do visto

 

A documentação necessária é:

- Passaporte com mais de seis meses de vigência

- Passagens aéreas

- Formulário de visto preenchido

- Foto 3x4

- Comprovante de reserva de hospedagem ou carta convite de algum familiar ou amigo que more na China, caso for ficar na sua casa

- Comprovante de renda individual, como ficha de pagamento ou extrato bancário 

Os documentos devem se apresentar nas representações consulares chinesas no Brasil e podem ser levados pelo solicitante, enviados por correio ou através de terceiros, como agências.

 

Visto China

 

Sempre deve escolher o consulado correto para seu Estado de residência. Verifique:

- Embaixada em Brasília: Atende solicitações de quem mora em Brasília, Goiás, Tocantins, Pará, Amazonas, Acre, Amapá, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima.

- Consulado no Rio de Janeiro: Para quem tem endereço no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais.

- Consulado em São Paulo: Exclusivo para quem mora em São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

- Consulado em Recife: Atende solicitações de Sergipe, Maranhão, Ceará, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Piauí.

O visto chinês tem um valor de 460 reais, mas se for solicitado por correio ou agência, deve adicionar os gastos de envio e gestão. A representação consular lhe indicará quando depositar o dinheiro após a apresentação dos documentos.

Normalmente demora ao redor de uma semana, mas recomendamos pedi-lo com um mês de antecedência, para evitar imprevistos. Se precisar uma tramitação de urgência, pode custar até 130 reais a mais, pois ficará pronto em 72 horas úteis.

O visto chinês de turismo é válido por até 5 anos, e permite múltiplas entradas de permanência inferior a 90 dias cada uma.

 

Pontos turisticos da China

 

Pontos turísticos da China

Ainda não armou seu roteiro de viagem para China? Confira quais lugares não podem faltar:

A Grande Muralha.

A maior obra de arquitetura do mundo e também a mais antiga, em seus 21.196 quilômetros atravessa mais de 9 províncias chinesas.

Construída em meados do ano 221 por uma sucessão de dinastias chinesas, a muralha é uma das 7 maravilhas do mundo. Infelizmente, ao redor de 30% da estrutura desapareceu por causa das condições climáticas e também do roubo de tijolos.

A Grande Muralha inicia no leste em Shanhaiguan, na província de Hebei e acaba no oeste em Jinyuguan, na província de Gansu. Devido à sua longitude, é fundamental escolher uma seção para visitar.

Simatai é a parte preferida dos turistas pela sua beleza e porque se conserva quase intata. Porém, é também uma das áreas de mais difícil acesso e subida. Badaling é outra das seções mais visitadas.

 

O grande Buda da montanha de Leshan

Esculpido nas pedras das ladeiras das montanhas de Emeishan e Leshan pela dinastia Tang, este monumento à deidade budista é o maior do mundo inteiro, pois possui 71 metros de alto e 28 de largo.

Sua construção demorou mais de 90 anos, mas valeu a pena, pois o monumento foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO, em 1996. Ao redor poderá observar templos, parques, florestas e outras esculturas que configuram uma paisagem incrível.

 

Cidade Proibida

 

A Cidade Proibida e o Mausoléu de Mao Tse Tung em Beijing

A Cidade Proibida foi anteriormente a residência do Imperador, e era conhecida como o Palácio Imperial da China, nas dinastias Ming e Qing.

Era um local exclusivo, ao qual poucas pessoas tinham acesso: só o Imperador, sua família e funcionários especiais previamente autorizados. Patrimônio Mundial da Humanidade, dentro da Cidade Proibida se pode visitar os Jardins Imperiais, o Mausoléu de Mao Tse Tung e os Parques de Jigshan e Beihai.

 

Templo do Céu

Contém mais de 60 mil árvores de espécies diferentes e é a maior obra religiosa para os chineses. Dentro do espaço você achará diversos lugares para ver: a ponte Danbi, o Altar Circular, o Altar de Prece para boas Colheitas e Palácio da Abstinência, dentre outros.

 

As estátuas das grutas de Longnen

Estas grutas têm ao redor de 1300 cavernas, mais de 97 estátuas e 3680 tábuas e pedra. Este lugar alberga materiais históricos sobre música, arte, religião, medicina, caligrafia e arquitetura.

Uma das figuras mais chamativas é o Vairocana Buddha, sentado de pernas cruzadas sob uma Flor de Lótus.

  Conselhos para viajar a China

 

Conselhos para viajar à China

Anote estas dicas que serão fundamentais na sua viagem para China:

Evite levar reais. Troque reais por dólares no Brasil e faça o câmbio pela moeda local uma vez que estiver na Chia. A cotação do real lá costuma ser desfavorável. Em alguns lugares os cartões de crédito são aceitos, mas na maioria das lojas só se permite pagar à vista.

Planeje o que visitar. Dado que é um país enorme, é preciso escolher bem os lugares que farão parte do itinerário para não perder tempo.

Leve uma guia de expressões chinesas. Dado que poucas pessoas falam inglês.

Vacine-se contra a Febre Amarela. Pois o certificado internacional de vacinação pode ser exigido pelas autoridades consulares ao ingressar no território chinês.

Experimente a comida. Não tenha medo de provar os diferentes sabores da culinária da China. Isto pode incluir cobras, lagartos e até cachorros.

Prepare-se para os costumes locais. Cuspir no chão é uma prática habitual, pois é considerado saudável pela medicina local. Ao igual que soltar um pum ou arrotar.

 

Seguro viagem para China

 

Seguro viagem China: prioritário

Contratar uma cobertura de saúde na sua viagem para China não é obrigatório, mas é sim extremamente recomendável.

As razões são muitas: uma culinária diferente que pode mexer com o organismo, as longas distâncias entre um lugar e outro e, fundamentalmente, a diferença idiomática entre o mandarim e o português. E também existe a questão financeira, pois qualquer imprevisto pode desequilibrar o orçamento.

Por estes motivos, não se esqueça de contratar um seguro de viagem para China para viajar com tranquilidade e segurança. 

 

Seguro viagem ao melhor preço

Seguro viagem internacional

Viaje pelo mundo protegido com as apólices de seguro de viagem internacional das melhores seguradoras. Cotação on-line e obtenha o melhor preço.




*preço diário por pessoa, baseado em ocupação dupla. As taxas podem variar de acordo com o preço diário do dólar.


Planos desde:


  $R5 por día*


COTAÇÃO

 

Add comment

Security code
Refresh